TSE nega agravo regimental de ex-prefeito cassado de Aracoiaba e o condena mais uma vez por unanimidade

O Tribunal Superior Eleitoral – TSE – esteve reunido na noite desta terça feira, em Brasília, oportunidade em que negou acolhida ao agravo regimental interposto pelo prefeito cassado de Aracoiaba, Antônio Claudio Pinheiro, por unanimidade dos seus ministros. Na mesma decisão, o TSE impôs ao réu pagamento de multa no valor de R$ 100.000,00 ( Cem Mil Reais ), além da já conhecida suspensão dos seus direitos políticos por oito anos, mesma inelegibilidade imposta a Maria Valmira Silva de Oliveira, Dona Bill, mãe do cantor Wesley Safadão. Isso significa dizer que os mesmos não poderão participar de eleições, nem contratar serviços públicos, nem ocupar qualquer cargo público no período determinado. Exauriram-se todos os recursos de que dispunha o ex-prefeito de Aracoiaba e as eleições suplementares marcadas para o dia primeiro de dezembro do ano  em curso serão mesmo realizadas, em que pese a plantação de fofocas na cidade dando conta de que nem sequer haveria mais eleição suplementar neste município. O eleitorado de Aracoiaba tem a nítida intenção de se ver livre dos inimigos do povo que, por um considerável período mandaram e desmandaram neste município da região maciço de Baturité. Pelo visto, tudo está conspirando a favor da pacata população de Aracoiaba. Enquanto isso, está marcada para o próximo domingo, a partir das 09;00hs., no ginásio de esportes de Aracoiaba  a convenção da convenção que definirá a composição da chapa encabeçada pelo advogado Thiago Campelo. Os partidos coligados são PDT, PSDB, PP e PT. O prefeito Hélder Paz ( foto ) adianta para o aranews que é desejo seu pagar os salários dos garís por todo o dia de hoje, inclusive os atrasados, pois considera a categoria importante para a vida de todos os aracoiabenses e, por conseguinte deverá ter tratamento prioritário.

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *