Fortaleza perde para Sport Recife na Ilha, perde mais uma posição e se aproxima da zona da degola

O Fortaleza perdeu o confronto direto contra o Sport-PE na Ilha do Retiro, por 1 a 0, na noite desta quarta-feira, 6, e chegou a seis partidas consecutivas sem vencer. O resultado fez os pernambucanos ultrapassarem os cearenses na classificação da Série A do Brasileiro. O Tricolor agora é o 15º, estacionado com 31 pontos.

O único gol da partida foi marcado por Thiago Neves, que teve liberdade para finalizar de fora da área, aos nove minutos de jogo. O Fortaleza chegou a empatar, com Ederson, aos 22 minutos do segundo tempo, mas o árbitro de vídeo constatou posição irregular do atacante tricolor. O Leão do Pici teve o triplo de finalizações do Sport, mas apenas uma foi no gol.

O resultado manteve o tabu do Fortaleza nunca ter vencido o rubro-negro pernambucano na Ilha do Retiro. Foi a nona partida sob o comando de Marcelo Chamusca, que acumula quatro derrotas, quatro empates e apenas uma vitória.

O próximo adversário do Tricolor é o Grêmio, sábado, no Castelão, em partida válida pela 29ª rodada da Série A.

O JOGO

O Sport abriu o placar cedo e adotou uma postura de contra-ataque. Na jogada do gol de Thiago Neves, A defesa do Fortaleza toda se preocupou com Marquinhos, que tentava invadir a grande área pela esquerda e deixou o atacante rubro-negro livre de marcação próximo da meia-lua e com visão limpa para finalizar. Ao receber o passe, ele chutou tirando de Felipe Alves, acertando o canto inferior direito.

Atrás no placar, o Tricolor foi para cima e até controlou as ações da partida, mas a falta de qualidade nas conclusões fazia com que o Leão da Ilha carregasse a vitória parcial sem muitos problemas. Nos primeiros 45 minutos, o Leão do Pici não mandou uma bola no gol. Os chutes iam para fora ou eram travados.

Luan Poli só fez a primeira e única defesa da partida aos dez minutos da segunda etapa, quando Gabriel Dias arriscou bola rasteira da intermediária. O Tricolor teria uma outra chance contabilizada, com Ederson, que recebeu passe vertical de Ronald e na grande área, bateu cruzado, vencendo o goleiro do Sport. O pé esquerdo do jogador tricolor, no entanto, estava à frente do penúltimo jogador adversário, por isso o lance foi anulado.

O Sport avançou poucas vezes na segunda etapa, descendo apenas quando conseguia encaixar um contra-ataque, mas mesmo com o volume de jogo não dá para dizer que o Fortaleza fez pressão nos pernambucanos. O Tricolor tinha problemas, devido aos dez jogadores que testaram positivo para Covid-19, mas, apenas três atletas podem ser considerados titulares. O banco de reservas, no entanto, ficou comprometido.

Ficha Técnica

Sport
4-3-3: Luan Polli; Patric, Maidana, Adryelson, Júnior Tavares; Raul Prata (Thyere), Marcão, Ronaldo (Betinho); Thiago Neves (P. Gomez), Marquinhos (Sander) e Dalberto (Hernanes). Téc: Jair Ventura

Fortaleza
4-3-3: Felipe Alves; Gabriel Dias (Iago Torres), Wanderson, Paulão e Carlinhos; Felipe (Derley), Ronald (Bruno Melo) e João Paulo (ederson); Romarinho, Wellington Paulista e Osvaldo (Yuri)

Local: Ilha do Retiro, em Recife-PE
Data: 6/1/2021
Horário: 20h30min
Árbitro: Raphael Claus-SP/FIFA
Assistentes: Marcelo Van Gasse-SP/FIFA e Neuza Inês Back-SP/FIFA
VAR: José Claudio Rocha Filho-SP
Cartões amarelos: Ronaldo, Marcão, Maidana (SPO)
Renda e público: não houve, devido a pandemia do novo coronavírus

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *