Democratização do acesso ao cinema no Brasil é o tema da redação do Enem deste ano

Democratização do acesso ao cinema no Brasil” é o tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2019. Estudantes de todo Brasil estão concentrados em mais de 1.727 municípios também prestando, neste domingo, 3, provas de linguagens e ciências humanas. Uma das mais importantes notas, a redação não pode ser zerada pelo candidato, sob risco de eliminação de concursos e seleções em faculdades tanto particulares como públicas.

A redação deve ser do tipo dissertativo-argumentativo, com até 30 linhas, desenvolvida a partir da situação-problema proposta e de subsídios oferecidos pelos textos motivadores. Redações com menos de sete linhas recebem nota zero, assim como as que reproduzem integralmente trechos dos textos motivadores e de itens do Caderno de Questões.

Um texto dissertativo-argumentativo deve ser opinativo e organizado para a defesa de um ponto de vista. A opinião do autor deve estar fundamentada com explicações e argumentos.

Na correção, dois professores avaliam o desempenho do candidato de acordo com cinco critérios. São eles:

– Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa;

– Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa;

– Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista;

– Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação;

– Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *