Bolsonaro quer forçar Mandetta a pedir demissão do cargo de ministro da saúde

A decisão do ministro Luiz Henrique Mandetta, da saúde, de aumentar o confronto com o presidente Jair Messias Bolsonaro afetou o apoio que ele tinha da cúpula militar do palácio do planalto e estimulou o morador do palácio da alvorada a intensificar a estratégia para forçá-lo a pedir demissão do cargo. Desde a semana retrasada, Bolsonaro avalia trocar o comando do ministério da saúde, mas vinha sendo demovido da idéia pela cúpula fardada.O conselho era para ele fizesse uma mudança apenas em junho, ao término estimando da fase mais aguda da pandemia do coronavírus.

Assim, além de não descontinuar políticas em andamnento para o comabte à doença, ele não correria o risco de ser responsabilizado sózinho cso o sistema de saúde entre em colapso. No último domingo, o ministro criou o que os militares considerararam uma provocação desnecessária. Em, entrevista à rede globo, disse que o brasileiro não sabe se escuta ele ou o presidente sobre como se comportar e alertou que os meses de maio e junho serão os mais duros. Mandetta e Bolsonaro nunca foram tão próximos e a diferença é que um é empregado e o outro é patrão, chefe, como queiram e, n o final acaba prevalecendo a vontade do segundo. É aquela velha história: na briga do rochedo com o mar, quem sai perdendo é o carangueijo…

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *