Administração passada devastou até a UPA de Aracoiaba

 A unidade de pronto atendimento -UPA- do município de Aracoiaba, na manhã deste sábado, 14, também recebeu a visita pessoal do novo prefeito Thiago Campelo, a exemplo do que fez ontem, sexta-feira,13, no hospital Santa Isabel. O quadro só muda ,em função do tamanho do hospital, cuja estrutura é bem maior que a da UPA, mas a situação que Dr. Thiago Campelo encontrou na UPA não difere muito da situação verificada no HSI. Para se ter uma ideia, a chamada sala vermelha da UPA, que tem parte montada num container, está sem piso, pois o mesmo simplesmente afundou  há oito meses e, se uma pessoa, inadvertidamente, resolver entrar na referida sala, por certo sofrerá uma queda por entre os trilhos de ferro, podendo até morrer. A máquina de raio X da UPA está quebrada tem mais de um ano e nada foi feito para recuperá-la. Ademais a empresa que tem a responsabilidade de dar assistência técnica ao equipamento alega que não recebe pagamento há bastante tempo.Faltam cobertas para as camas hospitalares, enfim, a atual diretora está vendo urso de gola para fazer o mínimo necessário funcionar para não fechar as portas daquela importantíssima unidade de saúde do nosso município. Na parte externa da UPA a impressão que se tem é que o equipamento está completamente abandonado. Nada disso tira o entusiasmo e determinação do prefeito Thiago Campelo, que apela para a compreensão de toda população aracoiabense, pois as demandas e necessidades são muitas, o tempo é curto, mas sobre coragem de resolver todos os problemas deixados por administrações catastróficas que se preocuparam apenas consigo mesmas e trabalharam arduamente para destruir tudo  que foi conquistado a ferro e fogo pelo nosso município. Conforme chavão que o próprio Thiago Campelo usa em suas portagens nas redes sociais quando mostra o desmantelo que recebeu como herança; ” vamos trabalhar”. 

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *