Programa Dentro e Fora da Lei - ao vivo a partir das 9:00 da manhã,

0
0
0
s2smodern
powered by social2s

O Ceará viveu um dos fins de semana mais violentos do ano. Entre a última sexta-feira (26) e a noite do domingo (28), 25 pessoas foram assassinadas no estado e outras oito morreram vítimas de acidentes de trânsito, totalizando 33 óbitos. A Grande Fortaleza, incluindo a Capital e os municípios metropolitanos, registrou um “banho de sangue”, com 17 assassinatos, incluindo a morte violenta de quatro mulheres, além de dois duplos homicídios. No interior, oito pessoas foram executadas, com o registro de um triplo crime de morte em São Benedito.

Dos 17 assassinatos na Grande Fortaleza, seis ocorreram na Capital, nos bairros Presidente Kennedy, Antônio Bezerra, Mondubim, Siqueira, Bonsucesso e Parque São José. Na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), foram 11 assassinatos nos seguintes Municípios: Caucaia (4), Maracanaú (2), Pacatuba (2), Itaitinga (2) e Guaiúba (1).

No Interior do Estado outras oito pessoas foram assassinadas. Na Região Norte (Interior Norte) foram cinco casos nos seguintes Municípios: São Benedito (triplo homicídio), Forquilha e Independência. Na Região Sul (Interior Sul), ocorreram três homicídios, em Tabuleiro do Norte, Jaguaretama e Juazeiro do Norte.

Acidentes

Oito pessoas morreram em acidentes de trânsito no Interior do Ceará no fim de semana nos seguintes Municípios: Araripe, Mauriti, Icapuí, Mombaça, Tauá, Monsenhor Tabosa, Penaforte e Tianguá. Todas eram ocupantes de motocicleta e se envolveram em quedas e colisões.

Veja a relação das vítimas dos acidentes fatais no fim de semana:

1- José Cândido da Silva Neto, tinha 41 anos e sofreu uma queda de sua motocicleta no Distrito de Pajeú, na zona rural de Araripe, no Cariri.

2 – Maciel Antônio Ezequiel, tinha 42 anos de idade, morreu em decorrência de uma queda de moto na rodovia estadual CE-152, no Sítio Queimada, Distrito de Palestina, em Mauriti.

3 – Carlos José de Freitas, faleceu em conseqüência de uma colisão envolvendo sua motocicleta no Distrito de Cajuais, no Município de Icapuí (Litoral Leste).

4 – Adolescente de 17 anos, morreu numa colisão entre sua motocicleta e outro veículo na rodovia estadual CE-363, localidade de Morada Nova, zona rural de Mombaça.

5 – Josué Batista do Nascimento, 40 anos, morreu vítima de queda de moto na BR-020, no Município de Tauá.

6 – Maria Isa Sousa Cavalcante, 64 anos, era garupeira de uma moto pilotada pelo marido. Os dois sofreram uma colisão na estrada que liga os Municípios de Catunda e Monsenhor Tabosa.

7 – Deivid Ruan Silva Lopes, morte em uma colisão na BR-116, no Município de Penaforte.

8 – Genézio Rodrigues do Nascimento, morte por colisão de sua bicicleta por um automóvel na localidade de Sítio Pitanga, na zona rural do Município de Tianguá.

0
0
0
s2smodern
powered by social2s

Metade das seis derrotas do Fortaleza, nas 12 primeiras rodadas do Brasileirão, foram para times paulistas. Após ser goleado pelo Palmeiras, por 4 a 0, ser derrotado em casa para o São Paulo, por 1 a 0, agora o Leão permitiu a virada do Corinthians, na noite deste domingo (28), em pleno Castelão, por 3 a 1.

O Fortaleza deixou a primeira etapa à frente do placar, depois que Osvaldo cabeceou, livre de marcação, e a bola ainda bateu na zaga antes de entrar. Na segunda etapa, porém, um outro Fortaleza volta a campo e ficou fácil para o Corinthians. Boselli empatou, Pedrinho virou e Danilo ampliou.

O Fortaleza, que na vitória parcial experimentava pela primeira vez a oitava posição na tabela de classificação, voltou para a 14ª colocação.

No próximo sábado (3), às 19 horas, no Castelão, Ceará e Fortaleza realizam o primeiro Clássico-Rei do atual modelo do Brasileirão.

0
0
0
s2smodern
powered by social2s

O pai de santo Francisco Aucivan Pereira Linhares, de 29 anos, também conhecido como "Pai Francisco", preso na última sexta-feira (26), em Ibiapina, no Ceará, suspeito de dopar e estuprar mulheres, disse em depoimento na Delegacia Regional de Tianguá que cometia os abusos a mando de entidades espirituais. Pelo menos quatro vítimas denunciaram o homem à polícia.

Segundo o delegado Rômulo Sousa, da Delegacia de Tianguá, o suspeito confessou que dopava as mulheres antes dos crimes sexuais. "Ele se dizia pai de santo, mas quando era procurado para realizar seus trabalhos espirituais, dopava as mulheres que procuravam esse tipo de tratamento e, em seguida, cometia os abusos. Em outros casos, dizia que praticava os atos libidinosos com elas a mando de entidades espirituais que, segundo ele, eram incorporadas em seu corpo na realização do trabalho espiritual", relata o delegado.

O suspeito foi preso após diligências de policiais civis. Os agentes localizaram vítimas de Pai Francisco, que ajudaram a encontrar o suspeito. "Um longo trabalho de investigação e a colheita de indícios tanto de autoria, quanto de materialidade, a Polícia Civil representou pela prisão do suspeito, que foi de pronto atendida tanto pelo Ministério Público, quanto pelo Poder Judiciário", disse Rômulo Sousa.

A polícia realizou um cerco na residência do suspeito, local em que também fazia os supostos trabalhos espirituais e onde teria praticado abusos sexuais contra mulheres. Aucivan tentou fugir, mas ao perceber que a casa estava cercada por policiais, resolveu se entregar.

Na casa dele, a polícia apreendeu uma garrafa similar a de Whisky, que será remetida à perícia forense para verificar se o que tinha dentro tratava-se de bebida alcoólica ou se era algum tipo de droga que o suspeito usava para dopar as mulheres e assim conseguir praticar os abusos.

O delegado ressalta que há indícios de outras vítimas ainda não identificadas e que não procuraram a polícia por medo. "Pedimos que essas possíveis vítimas se dirijam até a delegacia de Ibiapina ou mesmo de Tianguá para formalizar suas declarações e assim podermos apurar o fato com a maior isenção e a maior agilidade possível", diz o delegado.

Francisco Aucivan está preso na Delegacia de Polícia Civil de Tianguá, onde ficará à disposição da Justiça.

0
0
0
s2smodern
powered by social2s

Quase diariamente, o Diário Oficial do Estado (DOE) do Ceará traz publicações acerca de decisões referentes a casos que envolveram policiais civis ou militares na posição de suspeitos. Nos julgamentos ocorridos em 2016, 2017 e 2018, era mais comum constatar que estes servidores tiveram os processos arquivados, do que decisões com punições.

A Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública e Sistema Penitenciário (CGD), órgão responsável por receber e investigar denúncias sobre condutas irregulares dos agentes de Segurança Pública, contabilizou que nos últimos três anos foram proferidas internamente 1.303 decisões nos processos administrativos disciplinares.

Os dados mostram que 78% destes processos foram arquivados, ou seja, dos 1.303, 1.025 não findaram com punições e 278 tiveram conclusão. A CGD explica que os casos de arquivamento, muitas vezes, decorrem da insuficiência de provas, "que impossibilita a comprovação da responsabilidade administrativa".

Provas

É comum encontrar por meio das publicações arquivamentos com a justificativa que "inexistem provas". Até mesmo ocorrências que terminaram em mortes com intervenção policial podem findar em arquivamento. Um dos recentes casos arquivados e publicados no DOE é referente a uma morte acontecida no dia 3 de janeiro de 2017. Após perseguição policial, Francisco Iago Moreira dos Santos faleceu.

A tragédia se iniciou quando um soldado em serviço pelo Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio), durante serviço, disparou uma vez contra Francisco Iago. Segundo os autos, o policial realizava patrulhamento de rotina acompanhado da composição quando se depararam com um homem pilotando uma motocicleta. Quando se aproximaram, este homem teria fugido em alta velocidade.

A abordagem só aconteceu depois da colisão entre uma das motos do BPRaio e o outro veículo. O suspeito caiu da moto e teria sacado uma arma em direção ao policiamento. O PM disse em depoimento que, na tentativa de se defender, disparou.

Durante dois anos e meio ficou aberta sindicância para apurar a ação do soldado do Batalhão. No último mês de junho, a CGD decidiu arquivar o caso. Para explicar o arquivamento foi dito pela Controladoria que ficou comprovado "que a ação do aconselhado observou todos os mandamentos técnicos pertinentes, sendo que as circunstâncias dos fatos apontaram para a necessidade de intervenção consoante realizada".

Assim como em tantos outros processos, foram considerados conduta e comportamento do militar processado. O servidor em questão tinha comportamento considerado ótimo. Na decisão ficou sugerido que não há provas mostrando que o militar acusado tenha se excedido quanto aos meios utilizados naquele momento. Por ficar entendido que houve causa de justificação (legítima defesa), perante a lei, não houve culpado para a morte de Francisco Iago Moreira dos Santos.

0
0
0
s2smodern
powered by social2s

A “guerra” entre as facções Comando Vermelho (CV) e Guardiões do Estado (CV) fez mais duas vítimas no bairro Itambé, na cidade de Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Na noite desta sexta-feira (26), bandidos mataram dois jovens dentro de uma residência. As vítimas foram fuziladas com tiros de pistolas, a maioria nas costas e cabeça.

O crime ocorreu por volta de 22h45 na Travessa Alexandre dos Reis, proximidades de uma fábrica de castanhas. Três jovens estavam na calçada da residência quando dois homens em uma motocicleta se aproximaram e efetuaram os primeiros tiros. Na tentativa de escapar da morte, os três rapazes correram para dentro de casa.

Contudo, os atiradores invadiram a residência e atiraram outras vezes contra as vítimas. Dois jovens morreram no local e um terceiro ficou ferido, sendo socorrido em estado grave para o Hospital Municipal de Caucaia e transferido, sob escolta da Polícia Militar, para o Instituto Doutor José Frota (IJF-Centro), onde permanece com segurança da PM.

Os dois jovens mortos eram Adriano de Sousa Rocha, 20 anos de idade e o adolescente de 17 anos, identificado somente por Douglas. O jovem baleado, F.C.S.S.J, de 15 anos, recebeu tiros à queima-roupa no tórax e cabeça.

Policiais da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e da Delegacia Metropolitana de Caucaia (plantão), estiveram no local juntamente com várias patrulhas do 12º BPM, em busca de pistas para a identificação dos acusados. Até agora, porém, nenhum suspeito foi detido.

Outros crimes

O corpo de um homem que estava desaparecido há cerca de quatro dias foi encontrado na madrugada deste sábado (27) enterrado numa cova rasa, na localidade de Terrenos Novos, no bairro Alto do João Grande, em Pacatuba, Município da Região Metropolitana de Fortaleza.

A vítima, ainda não identificada oficialmente, teria sido assassinada e o corpo ocultado pelos assassinos. Policiais militares estiveram no local do crime e acionaram equipes da Perícia Forense do Ceará (Pefoce) e do DHPP.

Copyright © 2019 Você por dentro de tudo. Todos os direitos reservados.
Partner by Joomla Perfect Templates