Programa Dentro e Fora da Lei - ao vivo a partir das 9:00 da manhã,

0
0
0
s2smodern
powered by social2s

Quem vai pagar os transtornos impostos à população da cidade de Aracoiaba, em função das obras do saneamento?Quem vai arcar com os prejuizos causados por estas mesmas obras, ou pela falta de inteligência e sensibilidade das pessoas que estão à frente delas, incluindo aí os que fazem a administração pública deste município?

Estas perguntas estão sendo feitas, simplesmente porque a estação de tratamento ( lagoa )que seria construida no bairro Solon Limaverde, mais conhecido como Mutirão, não será mais feita naquele lugar, e a própria funasa já foi informada da inviabilidade da construção, pois a área é reservada à ferrovia transnordestina desde 2008. Com o impasse criado, ou descoberto, a cidade de Aracoiaba cai na real e volta a discutir como e porque o esgoto de suas casas teria que subir para o mutirão, e não descer, como determina a lógica. São engenheiros da administração pública e de fora dela, a própria gestão municipal e até os técnicos da funasa que admitiram e se permitiram cometer um absurdo inominável desses. O mais rude dos seres humanos residentes nesta terra sabe que para subir água e degetos demandam um custo muito alto com estações elevatórias, motores, etc.etc...Porque não construir uma estação de tratamento em local que não precise disso?De tanto investimento? Temos exemplos no nosso cotidiano, principalmente com a cagece, já que Aracoiaba é uma cidade bastante acidentada, com altos e baxos, e as pessoas residentes em bairros ou áreas altos sofrem para ter o precioso líquido quando uma das bombas da cagece apresenta algum defeito, ou queima. Já pensou se isso acontecesse com o produto de nossos esgotos?O certo é que Aracoiaba poderá não ter mais o tão sonhado saneameto básico e, se tiver vai ter que esperar pelo menos 10 ou 15 anos. Só por causa da inteligência ( faltando ) dos atuais gestores municipais que, ou estavam vivendo um momento de loucura quando se permitiram a isso, ou foram movidos por outro sentimento adverso ao que visa o bem estar da população.

 

NADANDO EM DINHEIRO

 Aracoiaba, na região do maciço de Baturité, ao contrário dos demais 5.569 municípios brasileiros, não tomou conhecimento da crise econômica pela qual passa o país e, pelo contrário, está nadando em dinheiro. A administração pública municipal está retirando o asfalto das principais ruas centrais da cidade para substitui-lo por calçamento em pedras de paralelepípedo. O asfato não estava estragado a ponto de ser substituido e, com as obras de saneamento em curso, com uma ou duas carradas de asfalto dava para recuperar tudo. Dinheiro em excesso não aguenta mesmo desafôro, já dizia o popular. Difícil será explicar o manto do mistério que esconde esta ação que, com certeza, não visa a modificação da paisagem urbana da cidade de Aracoiaba. E a administração pública municipal ainda se deu ao luxo de enviar convite escrito ao povo para a inauguração de poucos metros de calçamento à paralelepípedo. Isso denota falta de respeito ao povo olu menosprezo pela inteligência alheia.  

Copyright © 2019 Você por dentro de tudo. Todos os direitos reservados.
Partner by Joomla Perfect Templates