Programa Dentro e Fora da Lei - ao vivo a partir das 9:00 da manhã,

0
0
0
s2smodern
powered by social2s

O deputado Heitor Férrer (SD) pediu, nas explicações pessoais da sessão plenária da Assembleia Legislativa, nesta quarta-feira (21), a assinatura dos colegas para a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para discutir a situação das estradas estaduais. Ele informou que deu entrada em requerimento para a instalação da CPI, mas que até agora apenas os deputados Fernanda Pessoa (PSDB) e Tony Brito (PROS) assinaram, sendo necessárias 12 assinaturas.

“O requerimento ficará disponível na minha bancada, no plenário, para que outros deputados assinem. O nosso objetivo é contribuir com a gestão estadual. Vamos levantar dados para saber o motivo de essas obras não terem a durabilidade necessária e de acordo com os altos valores investidos”, explicou.

Para o parlamentar, as rodovias estão sendo reformadas ‘porque essas construtoras estão faltando com o respeito com a população do Ceará. Se o trabalho fosse bem feito não estaríamos nessa situação’. Segundo ele, a CPI apuraria os motivos de as estradas durarem pouco tempo. “Seria um benefício ao governo do estado para que ele entendesse o que de errado está acontecendo”, acrescentou.

Heitor afirmou ainda que, após ter postado em suas redes sociais um vídeo mostrando a deterioração da rodovia CE-010, em Fortaleza, recebeu inúmeros registros de trechos de outras estradas, em diversas regiões do Estado, em situações semelhantes.

Liderança descarta necessidade de CPI

Logo após o pronunciamento de Férrer, quem subiu à tribuna foi o líder do governo na Casa, deputado Júlio César Filho (Cidadania). Ele avaliou que não há necessidade de uma CPI para investigar a situação das rodovias no Ceará. “É preciso deixar claro para a população cearense que o governador Camilo Santana priorizou investimentos com recursos próprios, no montante de R$ 219 milhões, para recuperar trechos de rodovias no Estado que estavam deterioradas por conta da intensa quadra chuvosa. É necessário esclarecer que as rodovias recuperadas não são novas, mas sim 53 trechos envolvendo 86 municípios”, apontou o parlamentar.

Ainda de acordo com Júlio César, a situação das BRs também não está muito satisfatória, o que mostra que a quadra chuvosa foi muito prejudicial às estradas. “As BRs também estão muito ruins, e não sabemos se o Governo Federal vai recuperá-las, embora esperemos que sim, para que o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) as recupere o quanto antes”, assinalou.
Use as setas para cima ou para baixo para aumentar ou diminuir o volume.
Nos corredores da Casa, outros deputados da base aliada de Camilo, composta por quase 40 dos 46 deputados eleitos, afirmam não verem fato que justifique a abertura de uma CPI para o caso.

Copyright © 2019 Você por dentro de tudo. Todos os direitos reservados.
Partner by Joomla Perfect Templates