Programa Dentro e Fora da Lei - ao vivo a partir das 9:00 da manhã,

0
0
0
s2smodern
powered by social2s

O Ceará vive um momento de afirmação na Série A do Campeonato Brasileiro, ocupando a zona de classificação para Copa Sul-Americana, com 17 pontos, e em alta após vencer o Clássico-Rei com clara superioridade. E para continuar subindo na tabela - o clube é o 11º e pode ganhar duas posições ao fim da 14ª rodada - o Alvinegro recebe a Chapecoense, às 17 horas, na Arena Castelão, um adversário direto pela permanência na elite. Se o Vovô faz uma campanha segura, a Chape abre o Z-4, com 10 pontos. Por isso, o jogo é considerado um confronto direto, pois uma vitória alvinegra fará o Ceará abrir 10 pontos para o rival catarinense e se distanciar ainda mais da zona de rebaixamento. Em contra-partida, uma derrota fará a margem diminuir.

O desafio alvinegro é manter o nível apresentado contra o Fortaleza, com postura tática elogiável e aproveitando as chances criadas para vencer. O técnico Enderson Moreira já advertiu que o jogo contra o time catarinense pode ser mais difícil do que o Clássico-Rei, pela postura que a Chape deve adotar, atuando fechada e jogando nos contra-ataques.

Por isso, embora o grupo de jogadores esteja com a confiança lá em cima, algo normal, afinal um Clássico-Rei na Série A foi vencido, mas que uma descontração menor na partida de hoje pode resultar em tropeço.

"Temos pensado jogo a jogo e a importância de buscar os três pontos dentro e fora de casa. Mas o dever de casa a gente sempre tem que fazer. A gente tem a oportunidade e temos que ter sabedoria, inteligência e estratégia. Não podemos cair na cilada da Chapecoense para não sermos surpreendidos. É entrar com atenção e foco máximo para buscar a vitória", disse o volante Fabinho.

Escalação

Para montar sua equipe, Enderson não terá o lateral-direito Samuel Xavier, titular em todos os jogos do Ceará até então na Série A. Para o lugar dele, o treinador confirmou Cristovam, que fará sua estreia na elite.

O jogador admitiu ansiedade para estar em campo. "É uma expectativa grande, me preparei muito para essa oportunidade. É a realização de um sonho. Vou dar meu máximo. Preciso encarar cada jogo como uma final para mostrar para o torcedor que sou capaz de vestir essa camisa. Tenho que estar bem concentrado para fazer uma grande partida", disse Cristovam.

Já a Chapecoense, que nunca venceu o Ceará como visitante e tem a pior defesa da Série A, não terá o artilheiro Everaldo, suspenso. Henrique Almeida, recém-contratado, será o titular.

Negado

O presidente do Ceará, Robinson de Castro esclareceu sobre uma possível antecipação de cotas de TV da Turner e suposta quebra de acordo com uma divisão diferente do montante para seis clubes, num valor de R$ 23 milhões.

"Ninguém recebeu nada antecipado. Os 25% de desempenho foi dividido igual para todos, mas não foi pago, ainda será pago. E os 25% da audiência, só no final. A parte dos desempenho já foi definido e não sei como é, será igual. Foi na reunião dos clubes, todos votaram a favor. O contrato foi assinado até 2024", explicou ele.

Ficha Técnica:

Série A do Brasileiro - 14ª rodada
Arena Castelão, Fortaleza (CE)
10 de agosto - 17 horas

Ceará:
Diogo Silva; Cristovam, Valdo, Luiz Otávio e João Lucas; Fabinho, Ricardinho. Thiago Galhardo, Lima, Leandro Carvalho e Felippe Cardoso. Técnico: Enderson Moreira

Chapecoense
Tiepo; Eduardo, Gum, Maurício Ramos e Bruno Pacheco; Márcio Araújo, Campanharo, Augusto, Camilo, Arthur Gomes e Henrique Almeida. Técnico: Emerson Cris

Árbitro: Rodrigo de Miranda (RJ). Transmissão: Rádio Verdes Mares, Tempo Real do Diário do Nordeste, Tempo Real do GloboEsporte.com/ce e Premiere

Copyright © 2019 Você por dentro de tudo. Todos os direitos reservados.
Partner by Joomla Perfect Templates