Imprimir
Categoria: Regional
Acessos: 90
0
0
0
s2smodern
powered by social2s

O mês de maio termina da pior maneira possível para dois membros do esquema político dominante neste município, no caso o ex-secretário de educação Francisco Emílio e o, ainda presidente do Instituto de Previdência de Aracoiaba, Francisco Teófilo Sobrinho. Ambos tiveram contas relativas ao exercício de 2013 desaprovadas pelo tribunal de contas do estado-TCE. O primeiro foi condenado a pagar multa superior a R$ 5 mil reais, e o segundo vai pagar multas de pouco mais de R$ 6 mil reais e de R$ 60 mil reais, respectivamente. O débito atribuido ao professor Emílio é de R$ 7.944,74. Já no caso do presidente do IPA, Francisco Teófilo Sobrinho, o débito é de R$ 612 mil reais.