Programa Dentro e Fora da Lei - ao vivo a partir das 9:45 da manhã,

0
0
0
s2smodern
powered by social2s

Uma travesti e líder comunitária foi assassinada a tiros na noite deste sábado, 29, no município de Maracanaú, Região Metropolitana de Fortaleza. De acordo com informações da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), dois homens chegaram e dispararam contra Rogéria Paiva, 46 anos, na Rua Carvalho Nogueira.

Ainda segundo informações obtidas na delegacia da área, a travesti era bastante conhecida na comunidade e teria entrado em conflito com membros de uma facção criminosa. Ela morreu no local depois de ser atingida nas regiões cervical e lombar. Ninguém foi preso.

A Secretaria informou, por meio de nota, que equipes da Divisão de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) e da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) foram acionadas para iniciar as investigações do crime de homicídio que resultou na morte da travesti.

Conforme relatado pela Polícia, os assassinos utilizaram arma de fogo. Rogéria não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Morte de orientadora em Maranguape

Em 17 de dezembro, a líder comunitária Fernanda Maria Pinheiro Pereira, de 55 anos, também foi morta a tiros em Maranguape, em um cruzamento no bairro Prourb. Uma linhas de investigação é de que a mulher tenha sido morta por uma facção criminosa por ter revelado suspeitas sobre os autores de um assassinato na área.

Fernanda também trabalhava como orientadora social do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), visitando crianças e adultos em situação de rua e que vivem em risco.

Copyright © 2019 Você por dentro de tudo. Todos os direitos reservados.
Partner by Joomla Perfect Templates