Programa Dentro e Fora da Lei - Fique ligado teremos mais novidades em breve

0
0
0
s2smodern
powered by social2s

Depois de agredir um jornalista e uma mulher, com socos e pontapés, e ameaçá-los de morte, um vereador do Município do Eusébio, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), poderá ser preso e perder o mandato. O político, identificado como Francisco Antônio Costa Emiliano, conhecido por “Chico do Posto”, foi denunciado pelo Ministério Público Estadual (MPE) no último dia 3. Além de crimes comuns, ele também está sendo investigado pelo Tribunal de Contas por desvio de dinheiro público.

 

A denúncia do Ministério Público contra o vereador foi formulada pela promotora de Justiça, Gabrielle Correia Lima Pereira , da Comarca do Eusébio, com base nas investigações policiais que apuraram as agressões sofridas pelo jornalista Alexandre Viegas Martins, conhecido por “Gaúcho”, e pela cidadã Fátima Lucimeire Damasceno. Crimes ocorridos no bairro Jabuti, na noite de 30 de março do ano passado. Os dois foram espancados pelo vereador durante a inauguração de uma escola estadual.

Ouvido na Polícia, Alexandre Viegas Martins disse que estava conversando com uma professora da rede municipal de ensino, que lhe revelava um fato grave: o vereador estaria intimidando os professores após denúncia de que estaria invadindo áreas verdes do Município. Foi o bastante para que “Chico do Posto” se aproximasse e passasse a desferir um soco no olho do jornalista. Quando este caiu no chão, passou a ser chutado. Segundo a vítima, a intenção do vereador era quebrar a máquina fotográfica que Viegas usava no momento do evento.

Ao testemunhar a agressão contra o repórter, a dona de casa Fátima Lucimeire tentou dialogar com o vereador pedindo que ele parasse com as agressões, mas acabou sendo também espancada com socos e cotoveladas. As duas vítimas foram submetidas a exames de corpo de delito no inquérito instaurado pela Polícia Civil e que resultou no indiciamento do vereador.

Segundo o relato da promotora de Justiça na denúncia, as lesões corporais sofridas pelas duas vítimas ficaram constatadas nos exames de corpo de delito.

Ameaças

Além das agressões físicas sofridas pelo jornalista, a denúncia do MPE revela que o vereador fez, ainda, ameaças de morte contra o jornalista, afirmando que, “Gaúcho”, se tu me perseguir ou fizer qualquer coisa contra mim agora, eu vou mandar o meu pessoal de matar”.

A denúncia agora está sendo encaminhada ao Judiciário para que o vereador seja julgado.

Além do objeto da denúncia do MP, o vereador “Chico do Posto” é alvo de uma investigação do TCE e do MP por atos de improbidade administrativa no recebimento de diárias de viagens pela Câmara Municipal. Se condenado, ele poderá cumprir pena em regime fechado – e consequentemente, perder o mandato - por conta do somatório das penas.

Copyright © 2018 Você por dentro d e tudo. All Right Reserve.
Partner by Joomla Perfect Templates