Tv ao Vivo

O mensalão da câmara de vereadores de Capistrano, município da região maciço de baturité, pegou sua população de surpresa.Audios de conversas entre gente ligada à administração da prefeita Inês Nascimento Oliveira ( PSDB )com  membros do poder legislativo, além de compromoter a gestão da chefe do executivo, deixam em palpos de aranha todas as pessoas citadas nas conversas gravadas e vazadas nas redes sociais. Num dos áudios um vereador denuncia outro vereador, a quem chama de mercenário e que recebera R$ 10 mil e que vai exigir mais R$ 20 mil para votar a favor de projetos do interesse da atual administração de Capistrano. Um verdadeiro mar de lama, diz um internauta, definindo a atual situação político-administativa de Capistrano. Além disso, a prefeita Inês Oliveira assina nota dando conta que sómente parte do pagamento dos professores está sendo paga hoje, o restante sairá no próximo dia 30. Os desmandos administrativos da gestão Inês Oliveira não páram por aí e, em função disso, Capistrano padece e reclama providências por parte de representantes do ministério público estadual. 

0
0
0
s2sdefault