Tv Ao Vivo

A Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) divulgou, na manhã desta segunda-feira, 22, o prognóstico para a quadra chuvosa de 2018. A maior probabilidade é que o Ceará tenha chuvas dentro da normalidade para o centro-sul do Estado e acima da média no norte.

A probabilidade prevista pela Funceme é de 40% de chuvas acima da média histórica, 35% na média e 25% abaixo. Os 155 açudes monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) têm hoje 6,8% da capacidade máxima.

Na coletiva, o governador do Estado, Camilo Santana, expressou otimismo com cenário previsto. "Era uma preocupação que o Estado tinha até a Funceme definir seu prognóstico".

0
0
0
s2sdefault

Cinquenta e oito pessoas foram assassinadas no Ceará em mais um fim de semana sangrento no estado. O balanço, que ainda é parcial, aponta que entre sexta-feira última (19) e o começo da madrugada desta segunda (22), foram contabilizados 23 homicídios na Capital, 17 na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) e mais 16 casos no Interior (10 no Sul e 6 no Norte).

Em Fortaleza, os 23 assassinatos ocorreram nos seguintes bairros: Sabiaguaba (3 mortos, contabilizando um duplo homicídio), Barra do Ceará, Cristo Redentor, Vila Velha, Alto da Balança, Jangurussu, Antônio Bezerra, Granja Lisboa, Siqueira, Planalto Ayrton Senna, Henrique Jorge, Alto da Balança, Vila Peri, Aerolândia, Serrinha, Conjunto Esperança (policial militar assassinado), Papicu, Praia do Futuro, Centro, José Walter e Vila União.

Na Região Metropolitana de Fortaleza, 19 homicídios ocorreram nos seguintes Municípios: Caucaia (8 casos, incluindo um duplo homicídio), Maranguape 3 casos (um duplo homicídio), Aquiraz (3), Eusébio, Chorozinho, Horizonte e Cascavel (duplo por intervenção policial).

Mortes no Sertão

No Interior Norte, seis pessoas foram assassinadas nos seguintes Municípios: São Benedito, Barroquinha, Itarema, Ipaporanga, Redenção e Ararendá.

No Interior Sul, 10 assassinatos ocorreram nos Municípios a seguir: Juazeiro do Norte (2 casos), Acopiara, Russas, Quiterianópolis, Crato, Icó, Várzea Alegre, Cedro e Jardim.

PM morto

Um sargento reformado da Polícia Militar está entre as 58 pessoas mortas no Ceará no fim de semana passado. Trata-se do primeiro agente da segurança Pública morto no estado em 2018. Tratava-se do sargento da Reserva Remunerada, Petronílio Leonardo da Silva Neto, 63 anos de idade. Na tarde de sábado (20), ele foi baleado no Conjunto Esperança e morreu no hospital. Os autores do crime já estão identificados, porém, foragidos.

Múltiplos assassinatos

Três casos de duplos homicídios também foram constatados no fim de semana. O primeiro deles ocorreu na noite de sexta-feira no Município de Maranguape. O segundo, na noite de sábado no bairro Guajiru, em Caucaia. O terceiro, na noite de domingo em Cascavel, onde dois homens morreram numa troca de tiros com policiais militares.

Mulheres assassinadas

Entre as 58 vítimas dos homicídios figuram quatro mulheres. Duas foram mortas em um apartamento no bairro Guajiru, em Caucaia, sendo identificadas como Maria Laíssa Quintino Moreira, adolescente de 14 anos: e Gleigiane Maria Lopes, 25. Josivânia Martons foi morta, a tiros, em Aquiraz. A quarta vítima foi a adolescente Marcilene Sousa da Costa, morta a tiro no Distrito de Bitupitá, no Município de Barroquinha (a 380Km de Fortaleza), no litoral Oeste.

0
0
0
s2sdefault

Sómente neste domingo do teceiro fim de semana do ano, pelo menos dez ( 10 ) pessoas foram assassinadas em Fortaleza e na sua região metropolitana. O caso mais horrendo foi registrado na praia da sabiaguaba, onde os corpos de dois jovens foram achados sem vida, crivados de balas, em uma estrada carrocável, nas proximidades da rua Gilberto Albuquerque. Os corpos deram entrada no insttituto médico legal sem nenhuma identificação. Mais um achado de cadáver foi verificado no bairro Papicu, mais precisamente na favela dos índios, na avenida engenheiro Santana Júnior. Desta feita a vítima foi identificada como sendo Pauolo André Pereira,34 anos de idaded, executado com seis tiros e que já respondia na justiça por homicídio e tráfico de drogas. O mesmo pode ter sido executado num acerto de contas. No municípo de Aquiraz, a adolescente Josivânia Martins, 17 anos de idade, foi assasinada a tiros. A mesma tivera seu namorado morto, na última sexta feira, 19. Segundo levantamentos, o namorado de Josivânia tinha ligações com facções criminosas. Para se proteger, Josivânia foi homiziar-se na casa da avó, no bairro da Aldeia. Seu novo endereço foi descoberto pelos bandidos que a execuitaram. Já no Euzébio, o dependente químico Antônio Aglairton foi assassinado a tiros, por desconhgecidos, dentro de sua própria casa. Seus familiares acreditam que a morte dele pode estar ligada a dívidas com o tráfico.No bairro Autran Nunes, Francisco Marcelo Pereira, 57 anos de idade, foi assasinado a tiros, dentro do seu próprio establecimento comercial, um bar, localizado na rua professor Vieira. Os motivos do crime, bem como seus autores, são desconhecidos. Na Serrinha, um homem identificado apenas como Jorge, foi alvejado com vários tiros, disparados por descohecidos, que viajavam num carro preto e empreenderam fuga, tomando rumo ignorado. O caso ocorreu na rua Vitorino Borges e será apurado através de inquérito policial. 

0
0
0
s2sdefault

A comunidade de Canafístula, em Santana do Acaraú, a 228 km de Fortaleza, foi surpreendida, na tarde desse domingo, com chuva de granizo. Os moradores relataram o fenômenos e disseram que a chuva forte ocorreu a partir das 15h30min, durante cerca de duas horas.

De acordo com relatos de moradores via redes sociais, a chuva derrubou o muro da quadra da Escola Municipal Chagas Feijão e ainda destelhou, pela força dos ventos, outras residências. Não houve registro de feridos.

0
0
0
s2sdefault

Um policial militar da reserva baleado na nuca durante uma tentativa de assalto no bairro Conjunto Esperança teve a morte confirmada na noite deste sábado (20). Petronilo Leonardo da Silva Neto tinha 63 anos.

O PM foi socorrido por uma viatura e levado para uma unidade de saúde na Capital, mas não resistiu. A 11ª Delegacia da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investigará o caso.

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS) informou, por meio de nota, que equipes da Polícia Militar do Estado do Ceará (PMCE) estão em diligência na região próxima ao local do crime, com o objetivo de localizar os responsáveis pela ação. "A SSPDS lamenta a perda de um integrante das forças de segurança e se solidariza com os familiares e amigos do militar", acrescentou o órgão.

A Polícia Civil reforça que a população pode contribuir com as investigações repassando informações que possam ajudar na elucidação do caso. As denúncias podem ser feitas pelo número 181, o Disque Denúncia da SSPDS, para o ‪(85) 3257-8807‬, da DHPP, ou ainda para o número ‪(85) 99111-7498‬, que é o Whatsapp da Divisão, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem.

0
0
0
s2sdefault